quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Gambero Rosso Tre Bicchieri 2015: os melhores vinhos da Lombardia, Molise e Calábria!


Continuando a divulgação anual dos vinhos premiados com os Tre Bicchieri, a honraria máxima concedida pelo prestigiado guia Gambero Rosso para os melhores vinhos da Itália. Veja quais foram os rótulos selecionados nas regiões da Lombardia, Molise e Calábria:

Lombardia
Brut 'More 2010 Castello di Cigognola
Brut Cl. Nature Monsupello
Franciacorta Brut Cuvée Alma Bellavista
Franciacorta Brut Nature Barone Pizzini
Franciacorta Collezione Grandi Cru 2008 Cavalleri
Franciacorta Extra Brut 2008 Lo Sparviere
Franciacorta Extra Brut Cuvée Annamaria Clementi Rosé Ris. 2006 Ca' del Bosco
Franciacorta Extra Brut EBB 2009 Il Mosnel
Franciacorta Extra Brut Lucrezia Et. Nera 2004 Castello Bonomi
Franciacorta Pas Dosé 33 Ris. 2007 Ferghettina
Franciacorta Satèn Palazzo Lana 2006 Berlucchi & C.
Lugana Brolettino 2012 Ca' dei Frati
Lugana Molin 2013 Provenza - Cà Maiol
OP Cruasé Oltrenero Tenuta Il Bosco
OP Pinot Nero Brut Cl. 1870 2010 F.lli Giorgi
OP Pinot Nero Brut Cl. Conti Vistarino 1865 2008 Conte Vistarino
OP Pinot Nero Giorgio Odero 2011 Frecciarossa
OP Rosso Cavariola Ris. 2010 Bruno Verdi
Valtellina Sforzato Ronco del Picchio 2010 Sandro Fay
Valtellina Sfursat C. Negri 2011 Nino Negri
Valtellina Sfursat Fruttaio Ca' Rizzieri 2010 Aldo Rainoldi
Valtellina Sup. Dirupi Ris. 2011 Dirupi
Valtellina Sup. Sassella Stella Retica Ris. 2010 Ar.Pe.Pe.

Molise
Aglianico 2010 Borgo di Colloredo
Molise Rosso Don Luigi Ris. 2011 Di Majo Norante

Calábria
Grisara 2013 Ceraudo
Magno Megonio 2012 Librandi
Masino 2012 iGreco
Moscato Passito 2013 Viola

Em breve, novas regiões terão seus melhores vinhos divulgados. Aguarde!

As boas taças da semana: vinhos para bebericar, degustar ou celebrar!

De R$70 a R$209, três ótimos vinhos para bebericar, degustar ou celebrar...

Os vinhos escolhidos desta semana seguem os mesmos três patamares estabelecidos antes: o primeiro deles é para "bebericar" sem grandes pretensões e focado na melhor relação preço x qualidade (até R$75); o segundo selecionado é para "degustar", um rótulo mais elaborado e adequado para harmonizar com uma refeição (limitado até R$200); já o terceiro é um  vinho para "celebrar", aberto apenas em ocasiões especiais como receber um grande amigo, uma data comemorativa ou para escoltar um prato refinado (sem limite de preço, mas sem exageros também...).

Para "bebericar": Château Gabaron Rosé 2012
Devo confessar que abri esse rosé produzido em Bordeaux sem grandes expectativas, já que a região não é muito pródiga nesse tipo de vinho e ele era feito exclusivamente com Cabernet Sauvignon, mas para minha grata surpresa, ele se revelou uma ótima pedida. Um rosé cheio de frescor, sem aquele toque adocicado que tantas vezes encontramos nesses vinhos, e um paladar bastante equilibrado, com acidez no ponto certo e leve adstringência. Uma delícia! 
Região: Bordeaux (França)
Composição: 100% Cabernet Sauvignon
Preço: R$70,00 (Winelands)

Para "degustar": Glen Carlou Syrah 2006
Sou fã do inconfundível traço defumado desse vinho que se espelha nos tintos do sul da França. Além dos aromas encantadores, oferece grande expressão gustativa, cheio de frutas negras e um diferenciado toque picante que perdura até o final de boca. Show! 
Região: Paarl (África do Sul)
Composição: 94% Syrah, 5% Mourvèdre e 1% Viognier
Preço: R$113,00 (Decanter) - Disponível na safra 2007

Para "celebrar": Carlos Pulenta Vistalba Corte A 2005
Aqui está um belo exemplo de tinto argentino que foge daquele estigma de vinho encorpado demais, com taninos muito maduros e uma certa falta de acidez. O Corte A é o rótulo top elaborado pela Carlos Pulenta, um vinho que consegue aliar o caráter robusto, típico dos tintos mendocinos, com uma boa dose de elegância e frescor. Um dos raros rótulos capazes de agradar paladares modernos e tradicionais sem distinção, digno de ser "celebrado" quando for bebido. Assino embaixo! 
Região: Mendoza (Argentina)
Composição: 85% Malbec e 15% Cabernet Sauvignon
Preço: 209,00 (Domno) - Disponível na safra 2010

Semana que vem tem mais!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

França reconquista o posto de maior produtor mundial de vinhos em 2014!


A França havia sido destronada pela Itália do posto de maior produtor mundial de vinhos no ano passado, mas está em vias de recuperar o lugar perdido. Em 2014, com uma safra estimada em 47 milhões de hectolitros, ela irá suplantar com folga sua "rival" Itália, cuja colheita desastrosa (a pior desde 1950) deve render apenas 41 milhões de hectolitros.

Caso a safra na Itália se recupere bem no próximo ano, pode até reconquistar o lugar mais alto no pódio de volume produzido, mas o grande trunfo dos vinhos franceses continua a ser o valor global de vendas (7,8 bilhões de euros), quase o dobro dos vinhos italianos, que alcançaram apenas 4,7 bilhões de euros em 2012.

Fonte: RTL

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Gerard Depardieu declara que bebe cerca de 14 garrafas de vinho por dia!

Gerard Depardieu

Segundo reportagem do jornal Daily Mirror, o celebrado ator francês Gerard Depardieu, de 65 anos de idade, admitiu que tem o hábito de beber até 14 garrafas de vinho em um único dia, iniciando sua "maratoma" vínica antes mesmo das 10 horas da manhã. Se não é um recorde, deve estar bem próximo...

Ele começa sua rotina com champagne e vinho tinto, seguindo para mais duas ou três garrafas na hora do almoço. Depois de um breve descanso, ele segue pela tarde inteira com uma mistura de vinho, champanhe e cerveja. Quando chega a noite, mais garrafas de vinho e doses generosas de vodka e whisky completam a dose diária de bebidas consumidas por ele.

Depardieu declarou que "nunca está totalmente bêbado, só um pouco chateado. Tudo que preciso é de um cochilo de 10 minutos e pronto, um gole de vinho rosé e me sinto tão fresco como uma margarida. O que eu gosto na sensação de embriaguez é aquele momento em que você se sente mais vivo e entusiasmado. Mas quando você já esteve assim 10, 15, 20 vezes, 30 vezes, começa a perder o controle. Há mais na vida do que estar bêbado ", disse ele.

Definitivamente, esse não é um bom exemplo do conceito "beber com moderação"...

domingo, 14 de setembro de 2014

Gambero Rosso Tre Bicchieri 2015: os melhores vinhos da Sicília, Puglia e Alto Adige!


Começou a divulgação anual dos vinhos premiados com os Tre Bicchieri, a honraria máxima concedida pelo prestigiado guia Gambero Rosso para os melhores vinhos da Itália. Veja quais foram os rótulos selecionados nas regiões da Sicília, Puglia e Alto Adige:

Sicília
Etna Rosso 2011 Cottanera
Sàgana 2012 Cusumano
Moscato dello Zucco 2010 Cusumano
Passito di Pantelleria Ben Ryé 2012 Donnafugata
Etna Bianco A' Puddara 2012 Fessina
Nero d'Avola Versace 2012 Feudi del Pisciotto
Saia 2012 Feudo Maccari
Deliella 2012 Feudo Principi di Butera
Santagostino Rosso Baglio Sorìa 2012 Firriato
Etna Rosso Arcurìa 2012 Graci
Malvasia delle Lipari Riserva 2011 Hauner
Il Frappato 2012 Occhipinti
Faro Palari 2011 Palari
Etna Rosso V. Barbagalli 2011 Pietradolce
Cerasuolo di Vittoria Cl. Dorilli 2012 Planeta
Alcamo Beleda 2013 Rallo
Etna Rosso 'A Rina 2012 Russo
Contea di Sclafani Rosso del Conte 2010 Tasca d'Almerita
Etna Rosso Santo Spirito 2012 Tenuta delle Terre Nere

Puglia
Castel del Monte Rosso Bolonero 2012 Torrevento
Castel del Monte Rosso Trentangeli 2011 Tormaresca
Gioia del Colle Primitivo 17 Vign. Montevella 2011 Polvanera
Gioia del Colle Primitivo Et. Nera C.da San Pietro 2012 Plantamura
Gioia del Colle Primitivo Marpione Ris. 2010 Viglione
Gioia del Colle Primitivo Muro Sant'Angelo Contrada Barbatto 2011 Chiaromonte
Negroamaro 2011 Carvinea
Primitivo di Manduria Es 2012 Fino
Primitivo di Manduria Giravolta 2012 Racemi
Salice Salentino Rosso Per Lui Ris. 2012 Leone de Castris
Salice Salentino Rosso Selvarossa Ris. 2011 Due Palme
Torre Testa 2012 Rubino

Alto Adige
A. A. Anthos Bianco Passito 2010 Erste+Neue
A. A. Cabernet Löwengang 2010 Lageder + Tenute Lageder
A. A. Cabernet Sauvignon Lafòa 2011 Colterenzio
A. A. Gewürztraminer Auratus Crescendo 2013 Ritterhof
A. A. Gewürztraminer Kastelaz 2013 Walch
A. A. Gewürztraminer Nussbaumer 2013 Tramin
A. A. Lago di Caldaro Scelto Cl. Sup. Pfarrhof 2013 Caldaro
A. A. Lagrein Abtei Muri Riserva 2011 Muri-Gries
A. A. Lagrein Riserva 2011 Erbhof Unterganzner - Josephus Mayr
A. A. Lagrein Taber Riserva 2012 Bolzano
A. A. Moscato Rosa 2012 Haas
A. A. Müller Thurgau Feldmarschall von Fenner zu Fennberg 2012 Tiefenbrunner
A. A. Pinot Bianco Sirmian 2013 Nals Margreid
A. A. Pinot Nero Trattmann Mazzon Riserva 2011 Girlan
A. A. Santa Maddalena Clasico Antheos 2013 Waldgries
A. A. Sauvignon Praesulis 2013 Gumphof - Markus Prackwieser
A. A. Sauvignon St. Valentin 2013 San Michele Appiano
A. A. Terlano Nova Domus Riserva 2011 Terlano
A. A. Terlano Pinot Bianco Eichhorn 2013 Manincor
A. A. Terlano Pinot Bianco Vorberg Riserva 2011 Terlano
A. A. Val Venosta Pinot Bianco Sonnenberg 2013 Meran Burggräfler
A. A. Val Venosta Riesling 2013 Falkenstein - Franz Pratzner
A. A. Valle Isarco Pinot Grigio 2013 Köfererhof - Günther Kershbaumer
A. A. Valle Isarco Sylvaner 2013 Kuenhof - Peter Pliger
A. A. Valle Isarco Sylvaner 2013 Pacherhof - Andreas Huber
A. A. Valle Isarco Veltliner Praepositus 2012 Abbazia di Novacella
A. A. Valle Venosta Pinot Bianco 2013 Stachlburg - Baron von Kripp
A. A. Valle Venosta Pinot Bianco Castel Juval 2013 Unterortl - Castel Juval 

Na medida em que os vinhos das demais regiões forem revelados, publicaremos por aqui...

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Perrier-Jouët lança Champagne Vintage Rosé 2005 desenhado por artista plástico brasileiro!


A Champagne Perrier-Jouët acabou de lançar uma edição limitadíssima de seu Vintage Belle Epoque Rosé da safra 2005, cuja garrafa foi criada pelo artista plástico brasileiro Vik Muniz.

Hervé Deschamps, maître de cave da maison Perrier-Jouët, escolheu os vinhos da safra 2005 como base para elaboração do prestigiado e raro Belle Epoque Rosé, uma edição limitada de apenas 200 garrafas, descrito por ele como "o Champagne mais extravagante da coleção Belle Epoque".

O design da garrafa foi descrito como a "fusão de um conto de fadas de um beija-flor dourado e brilhante com a icônica anêmona da Perrier-Jouët", um motivo artístico que está presente em todas as garrafas de Belle Époque desde 1964.

O designer brasileiro Vik Muniz disse que "assim como a Perrier-Jouët há muito tempo abraça o estilo Art Nouveau e seu amor pela natureza e pelo encantamento, eu levei essa ideia adiante para captar um ambiente natural como inspiração para esse rótulo."

O Champagne é elaborado com um blend de vinhedos Grand Cru das vilas de Cramant, Avize e Le Mesnil, Pinot Noir e Pinot Meunier, e foi descrito por seus criadores como tendo "notas de laranja cristalizadas, pêssego branco e cacau."

As 200 garrafas dessa edição limitada estarão disponíveis exclusivamente no Reino Unido e serão vendidas nas lojas Searcy’s Club at The Gherkin, Harvey Nichols e Selfridges por 248 libras cada. Uma verdadeira obra de arte em forma de garrafa!

Fonte: The Drinks Business

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Painel de Degustação: Pinot Noirs dos EUA safras 2006, 2007 e 2008, a decepção continua!

Pinot Noir dos EUA, frutados, potentes e bem distintos de seus irmãos da Borgonha...

Como aconteceu neste mesmo painel realizado no ano passado pela Desconfraria, continuo meio decepcionado com esses Pinot Noirs americanos. Apesar de serem muito bem cotados por lá, sinto neles a falta daquele caráter elegante e fresco que, ao que parece, só seus "primos" da Borgonha podem nos oferecer.

A qualidade dos vinhos presentes neste painel, de seus produtores e do terroir dos vinhos (Califórnia e Oregon) é inquestionável, já que todos eles possuem ótimas avaliações da crítica especializada. Porém, contando com teores alcoólicos acima de 14% em todos eles e seguindo um estilo de vinificação que privilegia as uvas excessivamente maduras (em minha opinião) e presença de madeira nova em excesso, fica bem difícil para mim gostar deles à ponto de indicá-los para a adega de alguém. Continuo decepcionado...

Veja a seguir a classificação dos vinhos presentes no painel: 

8º lugar: Gary Farrell PN 2006 - Russian River (Califórnia)

7º lugar: Monticello PN 2007 - Napa Valley (Califórnia)

6º lugar: Paul Hobbs Lindsay Estate PN 2008 - Russian River (Califórnia)

5º lugar: Ancien PN 2008 - Willamette Valley (Oregon)

4º lugar: Wind Racer PN 2007 - Russian River (Califórnia)

3º lugar: Paul Hobbs Lindsay Estate PN 2008 - Russian River (Califórnia)

2º lugar: Paul Hobbs PN 2006 - Russian River (Califórnia)

1º lugar: Ancien PN 2007 - Russian River (Califórnia)

Dizem que depois da "tempestade" vem a "bonança" e, pelo menos nesse sentido, me parece verdade. O próximo painel da Desconfraria vai se focado nos tintos da Côte de Beaune, pródiga por produzir os melhores brancos da Borgonha, mas que também fazem ótimos tintos como aqueles que vem de Pommard, Volnay, Corton entre outros. Estou quase certo que não ficarei decepcionado...

Dia do Vinho do Porto: o mais célebre vinho de Portugal comemora 258 anos de vida!

Há exatos 258 anos nascia o primeiro vinho com denominação de origem do mundo!

No longínquo dia de 10 de Setembro de 1756 surgia nas íngremes terras ao redor do rio Douro, em Portugal, a primeira iniciativa pra delimitar e demarcar uma região vinícola no mundo. Sob o comando do famoso Marquês de Pombal, foi instituída a Companhia Geral das Vinhas do Alto Douro, entidade que ficaria responsável pela delimitação e regulamentação da produção dos vinhos fortificados que, mais tarde, seriam conhecidos em todo o mundo como os "Vinhos do Porto".

Assim como já fazem os argentinos com seu "Malbec World Day", celebrado em 17 de abril, os portugueses instituíram agora o seu "Port Wine Day" neste 10 de setembro, homenageando nessa data histórica o mais célebre de seus vinhos.

A programação deste primeiro evento anual acontece na cidade do Porto e está aberto ao público, contando com um seminário repleto de especialistas vindos de todas os cantos do mundo, seguindo de um grande almoço comemorativo. 

No edifício da Alfândega do Porto, haverá também um evento reservado apenas para convidados e especialistas: uma prova de 78 Vintages da primeira década deste século, representando 30 dos mais importantes produtores de Vinho do Porto. A prova será conduzida pela MW Debra Meiburg e por Ferrán Centelles, antigo sommelier do restaurante catalão El Bulli. 

Se o primeiro "Port Wine Day" já nasce tão grandioso, só podemos esperar que ele cresça ainda mais a cada nova edição. Um brinde ao Vinho do Porto!

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Quer ganhar uma viagem para Barcelona? Participe do concurso fotográfico Torres!

Bodegas Torres leva você para Barcelona!

Visitar a belíssima cidade catalã de Barcelona já é um programa turístico dos sonhos de qualquer viajante, imagine então enriquecer esse passeio com visitas aos três centros de produção da Bodegas Torres e ir assistir uma partida de futebol do Barcelona em seu famoso estádio Camp Nou? 

Participar desse concurso cultural é muito simples: basta adquirir (ou pegar em sua adega) um dos vinhos da Torres participantes (Coronas, Viña Sol, De Casta, Viña Esmeralda, Atrium Merlot, Viña Brava Tinto, Viña Brava Tempranillo, Moscatel Floralis, Viña Brava Blanco, Viña Brava Rosado, Altos Ibéricos, Gran Coronas ou Torres 10); fazer uma foto com o vinho naquele lugar especial de sua cidade; inserir essa foto na Fan Page da Torres Brasil no Facebook, indicando o nome da cidade onde a foto foi feita e utilizar a hashtag #BCNTorrestour e conseguir muitas curtidas! 


As fotos poderão ser enviadas até às 23:59 horas do dia 21 de setembro de 2014. As 3 fotos mais votadas passarão pela análise de um jurado especializado que irá decidir a foto vencedora. O resultado será divulgado na página da Torres no dia 06 de outubro de 2014, a partir das 12:00 horas.

Se você é fã de vinho, não perca esta oportunidade de usar sua criatividade, divulgar um ponto turístico de sua cidade e desfrutar de um ótimo vinho da Torres. Quem sabe, além de todos esses prazeres, você ainda pode ser o felizardo que vai conhecer Barcelona e seus encantos. Participe!

10 embalagens de vinho que são um espetáculo de design e ousadia!

A elegante garrafa "Lágrima" de Zaha Hadid

Se as grandes marcas de destilados são notórias pela ousadia e coragem na hora de fazer inovações em suas embalagens para ampliar sua gama de clientes, as marcas de vinho são frequentemente acusadas ​​de ficar presas a um padrão tradicional, especialmente de garrafas, e não investir em mudanças significativas de design em suas embalagens. 

Uma pequena prova de que esse conceito vem mudando nos últimos anos, podendo evoluir e se transformar ainda mais, está na série de embalagens apresentadas a seguir (várias delas já foram apresentadas antes aqui no blog). De garrafas de papel até vinhos em lata (tipo galão de tintas), passando por modelos que se assemelham a bolsas femininas, o céu é o limite quando o assunto é design...

A bag-in-box em forma de garrafa padrão

A garrafa quadrada da californiana Truett-Hurst

Vinho em galão de tinta? Por quê não?

As garrafas de vinho inspiradas em design original de Da Vinci

Vinho na típica lata de cerveja

Paperboy, a inovadora garrafa feita de papel

O sofisticado cooler da Veuve Clicquot

Vernissage, a mais "fashion" das embalagens de vinho!

Simpsons Bottles, inspiradas no colorido do famoso cartoon